Observatório da PI

Estudos sobre propriedade industrial

Promovemos e publicamos diversos estudos na área da propriedade industrial. Os resultados estão disponíveis para download nesta página.


Estudo sobre a utilização da propriedade industrial em Portugal
Procura conhecer os padrões de uso da PI em Portugal, gerar e sistematizar informação de base sobre o sistema de PI português e lançar pistas para estudos noutras áreas que precisam de aprofundamento. Os setores estratégicos nesta investigação são os da cerâmica e vidro, plásticos e moldes e cortiça. O estudo foi publicado em 2003.

Estudo sobre a utilização da propriedade industrial nos setores dos plásticos e dos moldes
Aprofunda o conhecimento sobre a utilização da PI nos setores dos plásticos e moldes. Procura identificar e analisar as dificuldades associadas ao uso da PI, as estratégias de proteção, atuais e potenciais, e a valorização e comercialização dos direitos de propriedade industrial. Este estudo foi publicado no final de2005.

Estudo sobre a utilização da propriedade industrial no setor da cortiça
Analisa o setor da cortiça em Portugal e os seus subsetores. Procura compreender se a liderança na produção, transformação e exportação corresponde a uma liderança na investigação, conhecimento e autonomia tecnológica. Analisa e tenta compreender como o setor se posiciona face à PI e em que medida esta é um fator de competitividade. Este estudo foi publicado no final de 2005.

Estudo sobre a utilização da propriedade industrial no setor da cerâmica e do vidro
Apresenta um estudo diagnóstico de avaliação de necessidades e de prospeção do mercado potencial para a PI no setor da cerâmica e do vidro. Foi publicado no final de 2005.

O sistema da PI e a sua utilização por parte das empresas dos setores têxtil, vestuário e calçado – benchmarking Europa e Europa/Ásia
Procura caracterizar os padrões de proteção da PI dos setores têxtil, vestuário e calçado (STVC), para conhecer os utilizadores dos mecanismos de protecção mas também para perceber porque é que muitos não recorrem a esses mecanismos. Analisa ainda a concorrência que estes setores enfrentam à escala internacional.

Estudo sobre a procura de patentes com origem em Portugal
Analisa o volume, ritmo e estrutura dos pedidos de registo de patentes de invenções criadas em Portugal.

Estudo sobre o contributo das marcas para o crescimento económico e para a competitividade internacional
Procura criar uma base de dados de pedidos de marcas comunitárias, que dê novas perspetivas sobre a posição de Portugal no contexto internacional da PI. Identifica as forças e fraquezas da economia portuguesa, a sua evolução no tempo e o grau de migração para atividades intensivas em inovação. Projeta dinâmicas futuras de competitividade e avalia o estado da economia portuguesa em matéria de competências tecnológicas e comerciais, no contexto europeu. O estudo foi publicado em 2011.



Informação atualizada a 28 agosto 2017 17:02